DIA NACIONAL DE COMBATE AO FUMO: ENTENDA A IMPORTÂNCIA DE ABANDONAR O TABAGISMO

Participe da luta para abandonar o tabagismo e compartilhe o alerta que pode salvar muitas vidas

Você, assim como outros fumantes, associa o ato de fumar com outros hábitos, como por exemplo, tomar um cafezinho, chopp ou até mesmo a tentativa de aliviar o estresse? Consultamos Renato Azambuja, pneumologista do Hospital Barra D’Or, que orienta sobre a necessidade de evitar estes gatilhos e explica que o ponto de partida para esta mudança é o desejo do fumante em abandonar o vício.

“Estratégias motivacionais, conduzidas por especialistas e apoiadas por familiares e amigos, são essenciais para fortalecer o desejo do fumante em abandonar o vício. Uma alternativa que tem sido aplicada no consultório é a exposição dos benefícios obtidos ao deixar o fumo, além das doenças que podem ser evitadas. Mas, vale lembrar que há casos nos quais é preciso associar o tratamento medicamentoso, para retirar gradualmente a nicotina do corpo, para que o ex-fumante não tenha abstinência”, comenta e complementa: “A prática de atividades físicas é considerada uma forte aliada no combate ao tabagismo, pois pode proporcionar a sensação de bem-estar e prazer similar ao que a nicotina desperta no cérebro”.

Azambuja reforça a importância de um acompanhamento nutricional para evitar o aumento do peso, em razão da possível compulsão por alimentos para compensar a ansiedade. O alerta que também é validado por Tatiane Montella oncologista clínica do Grupo Oncologia D’Or, destaca: “Aproximadamente 90% dos casos de câncer de pulmão têm o cigarro como causa principal, portanto, a melhor forma de prevenção é não fumar. Caso esse hábito já exista, abandoná-lo o quanto antes é o primeiro passo para evitar não apenas este tumor, como também os localizados na cavidade oral, na laringe, no esôfago, na bexiga, no pâncreas e no estômago”.

Os especialistas concluem com a seguinte ressalva: estima-se que o registro aproximado de 6 milhões de pessoas mortas por ano em decorrência do que já é chamado de ‘epidemia global do tabaco’. Deste total, mais de 600 mil são vítimas do fumo passivo. Análises do Instituto Nacional do Câncer (INCA) indicam que se alternativas de abandono ao vício não foram aderidas, a previsão é que mais de 8 milhões de mortes sejam registradas por ano, a partir de 2030. A maior incidência deverá ocorrer na população que vive em países de baixa e média renda, podendo alcançar o índice de 80% destas mortes evitáveis.

Por: Kelly Miyazzato

Fonte: Renato Azambuja, pneumologista do Hospital Barra D’Or e à Tatiane Montella oncologista clínica do Grupo Oncologia D’Or.

ranscrito:http://revistavivasaude.uol.com.br/clinica-geral/dia-nacional-de-combate-ao-fumo-entenda-a-importancia-de-abandonar-o-tabagismo/6984/

 

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: