Os pets também podem passar mal no calor

Cuidado com o aumento da temperatura, a hipertermia, já que isso pode trazer sérios problemas aos animais

OUTROS SINTOMAS

>Língua azulada
>Vômito
>Salivação
>Ofegação
>Fraqueza
>Mucosas avermelhadas
>Sede excessiva

CAUSAS

A hipertermia, que é a elevação da temperatura corpórea, pode ser provocada pela dificuldade de os mascotes resfriarem o corpo em ambientes quentes. A temperatura normal de um pet é entre 37,5 e 39,5° C. Portanto, quando ela fica acima dos 40° C, é preocupante. “Se esse aumento for muito alto, o animal pode ter convulsões, parada cardíaca e até morrer devido à falência múltipla dos órgãos”, alerta Marcelo Quinzani, do Hospital Veterinário Pet Care (SP).

TRATAMENTO

Quando o bicho apresentar esses sintomas, o ideal é dar um banho com água morna ou fria, oferecer água fresca – uma vez que a desidratação é consequência do quadro – e mantê-lo em local refrigerado para que a temperatura volte ao normal. Outra dica é enrolá-lo em uma toalha molhada com água gelada. Se nada ajudar, o veterinário deve ser consultado. “Às vezes é necessário fazer uma fluidoterapia, que implica aplicar soro em temperatura ambiente na veia do animal”, comenta Quinzani.

O QUE DIZ O ESPECIALISTA

“A hipertermia ambiental ocorre normalmente durante o verão e nos horários mais quentes do dia. Assim, o animal deve ficar na sombra sempre com água disponível e evitar passeios no meio do dia, banhos com água quente nos pet shops e uso de secador com jato pelando. Além disso, é preciso evitar estresses ou mesmo viagens em carro por períodos longos, principalmente se não houver ar-condicionado”, enfatiza Marcelo Quinzani.

Por: Victoria Bassi

Texto: Camila Rodrigues

Adaptação web: Victoria Bassi

Fonte: Marcelo Quinzani, do Hospital Veterinário Pet Care (SP).

Transcrito: http://revistameupet.uol.com.br/saude/os-pets-tambem-podem-passar-mal-no-calor/4662/#

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: