Entenda a importância do glicogênio muscular para os treinos

É difícil fazer tarefas simples, como subir uma escada? Isso pode ter relação com o glicogênio muscular! Entenda o que é e como fazer para repor a fonte

Você pratica esportes e não sabe o que é glicogênio muscular? Então, vamos explicar: o glicogênio muscular é a forma de armazenamento de energia do músculo. Ele é originário da glicose, que por sua vez, é derivada dos carboidratos. Sendo assim, a principal fonte de energia para as células musculares. Dessa forma, quando a musculatura está com baixa de glicogênio (reserva de energia), tarefas simples como caminhar ou subir alguns lances de escada tornam-se bem difíceis. Principalmente para um atleta, é crucial dar o tempo de recuperação depois do exercício para um melhor desempenho no dia seguinte.

“Adquirimos glicogênio muscular por meio dos carboidratos. Uma dieta balanceada, além das proteínas e minerais, devem ter uma quantidade adequada de carboidratos, com aveia, batata doce, arroz integral, mandioca e algumas frutas como banana, laranja e açaí. Lembrando que todos estes alimentos devem ser inseridos em equilíbrio aos outros nutrientes. É interessante um acompanhamento nutricional para o calcular certinho a quantidade de carboidratos necessária para cada pessoa”, diz a nutricionista da Clínica Liliane Opperman, Alyne Santim.

“Além disso, glicogênio muscular por ser a ‘reserva’ de energia do músculo, garante que o atleta finalize a prova com boas condições físicas além de conquistar uma medalha ou pódio”, completa Alyne. Então, você que é atleta ou praticante de outra modalidade, fique atento ao controle do glicogênio muscular e eleve o seu desempenho ao máximo!

Por: Brenda Prestes

Fonte: Fonte: Alyne Santim, nutricionista da clínica Liliane Opperman, personal Diet, graduada em Nutrição pela Universidade Cruzeiro do Sul.

Transcrito: https://sportlife.com.br/glicogenio-muscular/

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: