Dicas para diminuir o consumo da carne vermelha

Banner de dentro dos postsMuitas pessoas tem o desejo de diminuir o consumo de carne vermelha, por vários motivos. A maior motivação é a consciência que a população está tendo sobre sustentabilidade, afirma Andrea Rahal, nutricionista do Espaço P4B Saúde Personalizada. Mas você sabia que mesmo diminuindo o consumo de carne vermelha, conseguimos suprir as necessidades necessárias com outras fontes de proteínas? Pois é, conversamos com alguns especialistas e eles nos passaram muitas dicas (preciosas) para diminuir o consumo da carne vermelha nas refeições. Confira!

» Comece a reduzir o consumo aos poucos, deixe a carne vermelha para ser consumida 1-2 vezes por semana, no inicio;

» Acrescente proteínas completas em suas refeições, como ovo, carne branca (frango e peixes);

» Inclua em todas as refeições vegetais folhosos verdes escuros, pois eles fornecem tanto ferro como vitaminas do complexo B (responsáveis pelo transporte de oxigênio), além é claro de outras vitaminas e minerais;

» Alimentos com fonte de vitamina C também são interessantes para otimizar a absorção de ferro, inclua-os nas principais refeições (laranja, limão, acerola…);

6-maneiras-de-diminuir-o-consumo-de-carne-vermelha-677x316_c

» Inclua proteínas vegetais como os cogumelos. Eles são considerados “a carne dos vegetarianos”;

Alguns grãos também são ricos em proteínas como a quinoa e as leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico…), acrescentá-los na rotina alimentar também evitará carências nutricionais futuras;

» As algas também são super aliadas, como é o caso da espirulina, ricas muitas vitaminas, minerais e proteínas, adicionar em pó aos sucos, vitaminas e iogurtes é uma boa opção;

» Aposte também no ômega 3 (Importante para todas as fases da vida. Consumi-lo diminui os processos inflamatórios do organismo);

» Mescle as proteínas vegetais na mesma refeição, um completa o outro, gerando maior valor biológico de aminoácidos presentes;

» Compre outros grupos alimentares. Na hora de fazer compras encha o carinho com opções de legumes, folhosos e frutas e deixe a carne por último para ser comprada em menos quantidade;

» Preste atenção no seu carrinho de supermercado. Se tem muita carne vermelha dentro dele, as chances que você coma muita carne são grandes;

Procure receitas saudáveis e diferentes com outras proteínas. Procure também receitas vegetarianas, que utilizam “carne de soja”, por exemplo;

» Deixe o seu prato colorido. Abuse das verduras variadas, fazendo isso, a refeição fica mais saudável e você ficará satisfeito (sem comer carne vermelha);

» Pense no seu bolso. A carne vermelha é um produto caro e o excesso também pode estar doendo no seu bolso

» Foco nas proteínas vegetais (ervilha, lentilha, feijões em geral);

» Inclua raízes tais como batata-doce, mandioquinha, mandioca;

» Em um dia da semana troque o consumo de carne vermelha por ovos;

Troque as carnes gordas, como por exemplo a picanha, por carnes magras (alcatra, patinho e coxão mole). As carnes magras têm menos colesterol e são menos prejudiciais ao coração;

» Inclua a proteína de soja no cardápio, ela é rica em aminoácidos essenciais, não tem colesterol, e é bem versátil;

» Use a criatividade com os alimentos, faça-os de uma forma saborosa e com boa aparência, inovando sempre o modo de fazer e utilizando ervas para tempero, para que haja satisfação ao ingeri-los;

» Ouse em receitas vegetarianas. Faça uma coleção de receitas sem a utilização da carne vermelha para incentivá-lo;

» Leite e derivados também são fontes de proteína de origem animal. Podem ser ingeridos no café da manhã ou na hora do lanche, mas nunca junto com as principais refeições, para não prejudicar a absorção de minerais;

» Quando as refeições forem feitas fora de casa, procure um restaurante vegetariano e aproveite para verificar algumas opções de receitas que possam auxiliá-lo em casa.

Vale ressaltar que a redução no consumo desse alimento pode trazer muitos benefícios quando feita de maneira correta, como por exemplo diminuir inflamações e redução de peso corporal.

Nunca se esqueça que antes de qualquer mudança alimentar, você deve procurar um nutricionista, hein?! 😉

por Evelyn Cristine

Fonte:Helena Guaraná, nutricionista do SPA e Estética Ilha Mar; Kátia Melo, nutricionista da Bodytech Itaim; Analice Sbroggio, nutricionista funcional; Maiara Fidalgo, nutricionista da Fluyr Saudável – Clínica de Combate à Dor e ao Estresse; Alexander Gomes de Azevedo, nutrólogo; Ana Paula Cancio, nutricionista; Andrea Rahal, nutricionista; Marcella Ammirabile, nutricionista clínica e esportiva funcional; Guilherme Corradi, médico especializado em medicina do exercício e do esporte; Fernanda Marques, nutricionista.

Transcrito:http://dietaja.uol.com.br/dicas-para-diminuir-o-consumo-da-carne-vermelha/

Banner de dentro dos posts 2

 

 

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: