Aprenda 4 maneiras de incluir proteínas na dieta em todas as refeições

Banner de dentro dos postsÉ possível seguir uma dieta rica em proteínas, mas sem exageros. Quer saber como? Aprenda aqui a incluir o macronutriente em todas as refeições do dia

A nutricionista Rachel Faria, do Rio de Janeiro, dá dicas certeiras de como escolher boas opções de proteínas para uma dieta equilibrada. A melhor parte? Todas as alternativas são extremamente saudáveis.

1. Comece o dia com o pé direito: inclua queijo de búfala no café da manhã. O alimento apresenta um grande percentual de proteína e conta com aminoácidos de alta qualidade nutricional! “Para melhorar, a proteína presente no queijo de búfala conta com baixo potencial alergênico. Fora que o produto possui baixos níveis de gordura saturada e é mais rico que o queijo de vaca em cálcio, magnésio e vitamina D – trio fundamental para a nossa saúde óssea”, comenta a nutricionista.

2. Não há dúvidas: o almoço é uma das refeições mais importantes do dia. Por isso, escolha os peixes, que contêm alto valor biológico e, ainda, são de fácil digestão. “Os peixes são ricos em ômega 3, funcionam como anti-inflamatório natural e colaboram com o sistema nervoso e imunológico”, ressalta Rachel. Além disso, o alimento diminui gordura na região visceral e entre as artérias, fundamental para a saúde cardíaca da pessoa. A nutricionista dá uma dica: “Use condimentos desidratados, como coentro, para impedir a entrada de mercúrio na corrente sanguínea”.

3. Nas beliscadinhas do dia, coma amaranto! “Apesar de ser de origem vegetal, o amaranto é uma fonte de proteína tão rica quanto as proteínas animais. Além disso, prevalece aminoácidos que estimulam o aumento de massa muscular”, avisa Rachel. O cereal apresenta um teor de cálcio e magnésio mais elevado que o do leite e contém antioxidantes que eliminam radicais livres, que, em excesso, envelhecem o corpo e aumentam a chance de desenvolvimento de doenças. Adicione em frutas ou a sucos e tenha um petisco delicioso!

ovo-1

4. Para o jantar, aposte no ovo! “Podemos considerar este alimento como um dos mais completos nutricionalmente da natureza. Diferente da crença popular, ele não agrava colesterol. Ao contrário, ele aumenta o HDL, colesterol bom”, ressalta a nutricionista. Entre os nutrientes, estão zinco, ferro, magnésio, selênio e alta quantidade de vitamina D. A proteína do ovo, ainda, aumenta a massa magra do corpo e garante a saciedade. Para convencê-la de vez, ele é rico em colina, um tipo de vitamina do complexo B, essencial na prevenção de doenças como Alzheimer e Parkinson, e antioxidantes como luteína e zeaxantina, que previnem a degeneração ocular relacionada à catarata. Faça uma omelete e arrase!

por Ana Paula de Araujo

Texto Amábile Reis | Adaptação Ana Araujo

Fonte:Rachel Faria, nutricionista do Rio de Janeiro,

Transcrito:http://corpoacorpo.uol.com.br//dieta/nutricao/aprenda-4-maneiras-de-incluir-proteinas-na-dieta-em-todas-as-refeicoes/10133

Banner de dentro dos posts 2

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: