Acredite: a qualidade da sua alimentação interfere em suas chances de engravidar

Fertilidade à mesa: aquilo o que você coloca no prato diariamente pode afetar suas chances de engravidar. Saiba em quais alimentos apostar

O caso não é raro: depois de muito planejamento, deixa-se os métodos contraceptivos de lado e começam as tentativas de uma gravidez, mas o tempo passa e nada do herdeiro chegar. Nessas situações, a máxima “você é o que você come” também vale: um estudo da Universidade de Harvard comprovou que a alimentação interfere sim nas chances de engravidar. Quer saber o que comer e o que evitar? Malu conta para você!

Alimentos que aumentam as chances de engravidar

• Segundo Carolina Ynterian, especialista em biologia molecular, o estudo comprovou que, antes de engravidar, deve-se criar o hábito de comer alimentos sem gordura saturada, como castanhas, amêndoas, azeite, abacate e frutas em geral.

• Ela afirma que as pesquisas não apontaram dados conclusivos sobre o motivo dessas escolhas beneficiarem a fertilidade, porém, acredita-se que têm uma relação com o metabolismo glicêmico, ou seja, com a insulina.

• “Sabe-se que a obesidade também está ligada à infertilidade, pois o excesso de gordura corporal pode alterar os níveis de insulina liberados pelo pâncreas, provocando aumento na produção de estrógeno (hormônio masculino), que dificulta a liberação dos óvulos”, explica Carolina.

• O estudo diz que a dieta ideal é rica em carboidratos de absorção lenta e proteínas vegetais. “Uma constatação interessante foi que a ingestão diária de um copo de leite integral foi útil para mulheres que desejavam engravidar. Outros fatores importantes foram a manutenção de atividades físicas e o controle do peso corporal”, diz a bióloga.

• “Vale lembrar que não existe uma dieta milagrosa para a fertilidade, mas sem dúvidas, para aumentarem as chances de engravidar, é muito importante uma alimentação equilibrada”, finaliza.

Cardápio ideal
Prefira cereais integrais, frutas e vegetais, em vez de carboidratos de absorção rápida, como pão, arroz branco, e batata.

Procure não comer alimentos light.

Dê prioridade à proteína vegetal, substituindo carnes por soja, feijão, grão-de-bico e lentilha em algumas de suas refeições.

Evite refrigerante e álcool. O máximo recomendado é uma taça de vinho por semana.

✓ “O prato típico brasileiro, com arroz, feijão, salada e carne, pode ser potencializado fazendo pequenas adaptações para arroz integral, maior quantidade de feijão, menos carne e uma salada bem variada. Para beber, sucos de frutas frescos ao invés de refrigerante e na sobremesa frutas da estação”, exemplifica Carolina.

Por: Juliana Borges

Fonte: Carolina Ynterian, doutora em bioquímica e diretora da linha Confirme de autotestes

Transcrito: https://www.altoastral.com.br/alimentacao-chances-de-engravidar/

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: